Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/06/18 às 11h02 - Atualizado em 30/10/18 às 12h17

Governo de Brasília inaugura edifício do Biotic nesta quinta-feira (21)

COMPARTILHAR

Local vai reunir instituições de ensino e empresas de tecnologia visando geração de emprego e renda

 

Empresas de base tecnológica, startups e instituições vinculadas à ciência, tecnologia e inovação vão ocupar o edifício de governança do Parque Tecnológico Biotic, que será inaugurado nesta quinta-feira (21). O prédio fica localizado entre a Granja do Torto e o Parque Nacional de Brasília. O local vai reunir a sede da Fundação de Apoio à Pesquisa, FAP-DF e núcleos do Sebrae e do Instituto Federal Brasília, IFB. “O objetivo do Governo de Brasília, com o Biotic, é ampliar os horizontes da economia de Brasília para além do serviço público, oferecendo às próximas gerações condições de emprego e renda em empresas de inovação e tecnologia”, adianta o secretário de economia, desenvolvimento, ciência e tecnologia Valdir Oliveira.

 

O edifício de governança ficou pronto em fevereiro deste ano e foi construído com recursos da FAP e parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil, Novacap. Foram investidos quase R$ 40 milhões na obra e nos móveis.

 

O presidente da FAP, Tiago Coelho, explica que é a primeira vez em 26 anos que a Fundação tem uma sede própria. “É motivo de muita satisfação podermos unir pesquisadores acadêmicos e pesquisadores empreendedores no mesmo cenário para trabalhar em prol da inovação tecnológica do DF”, avaliou.

 

Ainda segundo Tiago Coelho, a fundação vem aumentando o fomento de recursos para inovação e tecnologia nos últimos anos no Distrito Federal, o que coloca a FAP-DF à frente de todas as demais unidades do Brasil. “Apenas entre 2015 e 2017, foram investidos cerca de R$240 milhões em projetos de desenvolvimento científico e tecnológico”, indicou o presidente da FAP.

 

Para o secretário adjunto de Ciência e Teconologia, Marcelo Borges Chubaci, a inauguração do Biotic é uma verdadeira conquista da cidade. “Estamos falando de desenvolvimento econômico, voltado à mudança da matriz econômica e a uma nova expectativa de geração de emprego e renda”, estimou o secretário.

 

Chubaci lembrou que Brasília é a unidade da federação com a maior quantidade de mestres e doutores por habitante no país. “Você tem uma grande concentração de mão de obra altamente qualificada sem, contudo, lugar para trabalhar. Então, é fundamental que a gente crie capacidade de absorção desses profissionais”, analisa. A expectativa é que o Biotic possa no futuro concentrar cerca de 1,2 mil empresas dos ramos da tecnologia da informação e comunicação e biotecnologia, com potencial para criar mais de 25 mil empregos diretos.

 

Organização

 

O edifício-sede do Biotic tem 10 mil metros quadrados de área construída, dividida em dois blocos. O pavimento térreo do bloco B será ocupado pelo Sebraelab, voltado para estimular a criatividade e a inovação de empreendedores. Futuramente, o segundo andar será ocupado por instituições de apoio à ciência e tecnologia como o Instituto Federal Brasília e empresas de base tecnológica consolidadas. Já terceiro andar já está todo ocupado pela FAP.

 

Além do edifício de governança, já funcionam no local do Parque Tecnológico os datacenters do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e uma subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB).

 

 

PROGRAMAÇÃO DE INAUGURAÇÃO