Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/02/20 às 17h13 - Atualizado em 17/03/20 às 20h21

Wi-Fi Social chega ao Hospital Regional de Taguatinga

COMPARTILHAR

 

 

O Wi-Fi Social já está ao alcance do público do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Uma solenidade, nesta sexta-feira (14), marcou a chegada do programa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) à unidade de saúde.  Agora quem circula por ali, pode usar a internet gratuita após um rápido cadastro pelo telefone celular.

 

O HRT é o 21º local de grande circulação de pessoas em que o serviço é disponibilizado. A Rodoviária do Plano Piloto, feiras, bibliotecas públicas, entre outros, também já possuem o sinal gratuito. Entre os hospitais públicos do DF, os do Gama e de Santa Maria já têm o Wi-Fi Social.

 

A estudante Letícia dos Santos, moradora de Samambaia, foi acompanhar a vó hoje em uma consulta no hospital. Conectou o aparelho e contou que conseguiu navegar com rapidez em seus aplicativos. “Achei muito legal o serviço. Entrei no WhatsApp e passei as notícias de minha vó rapidamente pra família”, revelou.

 

Foram instaladas duas antenas de distribuição de sinal Wi-Fi com capacidade de 200 acessos simultâneos na área da Emergência do HRT.  O sinal está disponível nas áreas de acolhimento, triagem e internação do Pronto Socorro.

 

“É uma satisfação enorme trazer o Wi-Fi Social aqui para Taguatinga. Na Rodoviária do Plano Piloto, já temos 150 mil acessos diários. Nosso objetivo é a inclusão digital, visto que uma parcela grande da população não tem condições de pagar um pacote de dados”, destacou o Secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo.

 

No hospital, circulam cerca de 800 pessoas por dia. E, agora a comunicação será facilitada. “Os pacientes precisam muito né? Fazer contato com a família, conseguir uma condução. Nossos funcionários também já usam. É um avanço muito grande”, afirmou o diretor do HRT, Wendell Moreira.   A expectativa da Secti é levar o serviço ainda esse ano a outros locais de Taguatinga, como a Praça do Relógio e a Rodoviária.

 

 

 

Por: Rafael Secunho
Ascom/SECTI
Fotos : Lucio Bernardo Jr/GDF